Goianésia - Após receber ligações anônimas informando sobre um homem embriagado no Cemitério Municipal Jordelino José da Silva, em Goianésia, portando uma arma de fogo, se exibindo e ameaçando pessoas, policiais militares deslocaram ao local e se deparou com o suspeito, que ao perceber que ia ser abordado dispensou a arma em uma cova.

A estratégia do indivíduo, de 36 anos, de fugir do flagrante não deu certo, uma vez que a polícia conseguiu encontrar o revólver calibre 38 contendo quatro munições, raspadas, intactas.

Após constatar que o suspeito não possuía permissão para ter a posse ou o porte do armamento, foi dado voz de prisão pelos crimes de ameaça e porte ilegal de arma de fogo. De acordo com a polícia, durante o deslocamento para o Hospital Municipal Irmã Fanny Duran para realização de exame de corpo de delito, o suspeito, por não concordar com o serviço da PM, começou a proferir ameaças contra um dos policiais, dizendo "que isso não iria ficar assim e que depois eles iriam se encontrar e acertariam as contas", ameaças estas que continuaram durante o atendimento médico.

O suspeito foi levado para a Delegacia de Polícia e poderá responder por ameaça e porte ilegal de arma de fogo.

Divulgação/PM