Policiais militares do 23º Batalhão de Polícia Militar, sediado em Goianésia, foram acionados para atender ocorrência de suposto estupro de vulnerável, na região central de Vila Propício, contra uma criança de apenas nove anos.

Os policiais foram informados pela mãe da garotinha que sua filha havia comentado com uma amiga que a cerca de dois anos estava assistindo televisão com um homem de 47 anos e que ele após apalpar suas partes íntimas pediu para que ela pegasse em seu órgão genital. Ao tomar conhecimento da história quis saber de sua filha a veracidade dos fatos, a qual, eem prantos confirmou o ocorrido.

Deste modo, os militares, de forma rápida, localizaram o suspeito e o conduziu à Delegacia de Polícia de Goianésia para uma melhor averiguação do caso.