Neste sábado, 14, as forças policiais de Goianésia tiveram muito trabalho com homens descontrolados que agrediram e até tentaram matar suas companheiras. Ao menos seis ocorrências de violência doméstica foram registradas pela Polícia Militar, em um intervalo de 24 horas.

Em uma delas, registrada na Rua 39 Norte, Bairro Carrilho, na madrugada de hoje, 15, a polícia havia sido informada que um homem de 32 anos estava na residência de uma mulher que possuía uma medida protetiva contra ele. O homem foi detido, algemado e levado para a Delegacia, mas durante o percurso a mulher começou a agredir o homem que estava algemado no compartimento da viatura. Os policiais tiveram que parar a viatura e também algemar a mulher, mesmo assim a mulher ainda o ameaçou de morte. O casal foi deixado na Delegacia de Polícia para as providências cabíveis.

Em outra ocorrência, desta vez na Vila Vera Cruz, região leste, um homem de 33 anos foi preso por ser suspeito de violência doméstica na manhã de ontem. A polícia foi acionada por vizinhos que ouviram gritos de socorro. À polícia a mulher disse que havia passado a noite em uma chácara juntamente com seu ex-companheiro fazendo uso de bebida alcoólica, mas quando chegaram à residência começaram a discutir por motivo fútil e em seguida ela foi agredida com socos na cabeça e enforcamento. Devido ao flagrante o homem recebeu vos de prisão por lesão corporal dolosa e tentativa de feminicídio. O casal foi levado para a DP.

Já no período da tarde, por volta das 14h00, uma violência doméstica no Residencial Ipê sobrou até para o proprietário de uma mercearia. Acontece que a mulher estava sendo agredida em casa com enforcamentos, socos e batendo a cabeça contra a parede. Em determinado momento a mulher conseguiu fugir das garras do marido e tentou se refugiar em uma mercearia, porém, o homem foi atrás na tentativa de continuar com as agressões, e ao ser impedido pelo comerciante, o suspeito também o agrediu. Vizinhos acionaram a polícia que prendeu o suposto agressor e o levou para Delegacia de Polícia onde deverá responder por violência doméstica e lesão corporal. As duas vítimas também foram levadas para a DP.

Ainda na tarde de sábado, na Rua 44, Bairro Nova Fíica, um homem de 27 anos chegou em casa embriagado e além de agredir a esposa com socos, chutes, enforcamento e jogá-la contra a parede. Quando a polícia foi acionada ele evadiu do local em uma motocicleta tomando rumo ignorado. A mulher foi levada para ao Hospital Municipal para atendimento médico e posteriormente levada para a DP.