Uma mulher de aproximadamente 50 anos, identificada como Heliane Pedrosa da Fonseca Resende, morreu no fim da manhã desta terça-feira, 11, vítima de um acidente de trânsito dentro do estádio Valdeir José de Oliveira, região sul de Goianésia. Ela chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, porém, não resistiu aos ferimentos provocados pelo impacto e morreu.

De acordo com a corporação, a ocorrência entrou como tentativa de alto extermínio, no entanto, pela dinâmica do acidente, tudo leva a crer que houve um problema mecânico, mas somente a perícia e o exame cadavérico que poderá dizer realmente o que aconteceu.

O estádio Valdeir de Oliveira está localizado na Rua 29, entre as Ruas 08 e 06. A entrada norte interrompe o trajeto da Rua 29. Segundo testemunhas, a vítima trafegava pela Rua 29, sentido note/sul, e teria dando seta informando que iria virar à direita na Rua 06, porém, saiu em alta velocidade pela Rua 29.

Como o portão do estádio estava aberto, o veículo (Biz vermelha) adentrou, subiu uma pequena rampa e colidiu no alambrado arremessando a mulher em um dos postes de sustentação do alambrado fazendo com que ela batesse a cabeça e já caísse desacordada. Ela foi encontrada sem sinais vitais e os bombeiros de imediato iniciaram os processos de ressuscitação, inclusive durante todo o trajeto até o Hospital Municipal Irmã Fanny Duran onde a equipe médica de plantão deu sequência, mas minutos depois foi declarada a morte.

A Polícia Civil investigará o caso.