Na manhã deste domingo, 23, por volta de 05h58, o Corpo de Bombeiros de Goianésia foi acionado e deslocou até a Avenida Bahia, entre a Rua 34 e Avenida Contorno, Bairro São Cristóvão, para atender uma ocorrência de atropelamento.

No local a guarnição se deparou com Marly Dias de Bessa, de 37 anos, caída no asfalto em decúbito dorsal, com múltiplas fraturas e queimaduras. A vítima estava em parada cardiorrespiratória e de imediato foi iniciada manobras de RCP ainda no local e também no deslocamento até a Unidade de Pronto Atendimento - UPA, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu.

A vítima apresentava vários ferimentos pelo corpo, como, contusão no rosto e no tórax, contusão no rosto e no braço direito, fratura na coxa e pé esquerdo, além de esmagamento de orelha, e queimadura de 2º grau nas pernas.

Conforme relatos de testemunhas, um homem de 30 anos, conduzia um Vectra preto em alta velocidade pela via e acabou atropelando um grupo de pessoas, porém, apenas Marly se feriu. Ao dar marcha ré para fugir, o carro passou novamente em cima da vítima, o que agravou ainda mais as lesões. Marly Dias de Bessa seria moradora de Jaraguá.

O condutor foi detido pela Polícia Militar e levado para a Delegacia de Polícia.