Na madrugada deste sábado, 18, policiais militares deslocaram à Unidade de Pronto Atendimento - UPA - para averiguar vítima que havia dado entrada com perfurações pelo corpo, provavelmente ocasionadas por faca.

Chegando ao local, os policiais foram informados pela vítima, Elias Gabriel Batista de Queiroz, que durante vias de fato ocorrida em frente uma boate na Avenida Contorno, região oeste de Goianésia, um homem de 26 anos, teria sacado uma faca e lhe desferido dois golpes nas costas, sendo um na altura do pulmão, chegando a causar perfuração no órgão, e outro na nádega esquerda. O jovem de 18 anos apresentava ainda uma lesão no nariz que teria sido causada por um soco.

De posse das características do suposto autor, foi iniciado patrulhamentos e ao descobrirem onde seria sua residência os militares realizaram o adentramento, no entanto, naquele momento ele não foi encontrado. Já por volta de 05h50, testemunhas acionaram a Central de Operações da Polícia Militar - COPOM - informando que o suspeito teria chegado em sua casa, assim, rapidamente policiais deslocaram até o local e conseguiram localizá-lo. Após ser detido, confessou ser o autor das facadas.

Segundo o suspeito, ao chegar em frente a boate, a vítima o visualizou e partiu para cima dele iniciando luta corporal em conjunto com seu padrasto e uma terceira pessoa. Um deles estava com uma faca e no momento das vias de fato ela acabou caindo, e neste momento se apossou dela e desferiu facadas na vítima, porém, não soube informar quantas foram e nem em qual região do corpo. O suspeito disse ainda que a vítima havia ameaçado seu pai devido a desentendimentos passados relacionado à esposa da vítima.

Após ser receber voz de prisão, o suposto autor foi levado para a Delegacia de Polícia onde poderá responder por tentativa de homicídio qualificado. Já a vítima foi teve que ser encaminhada para o Hospital de Urgências de Anápolis - HUANA.