“Eu não quero ser atendido por você, sua preta feia”. Estas foram as palavras agressivas e racistas, que um homem de 32 anos, que não teve sua identidade revelada, direcionada a uma atendente de um estabelecimento comercial localizado no sul de Goianésia. O fato aconteceu no fim da noite dessa segunda-feira, 20, e o suspeito acabou sendo preso por policiais militares.

Quando a polícia chegou ao local, se deparou com a vítima em prantos. Ela explicou que trabalha como garçonete, e que as palavras racistas foram ditas no momento em que estava servindo uma cerveja solicitada pelo próprio cliente. Ao recusar ser atendida por ela, o homem a humilhou e xingou dizendo “Eu não quero ser atendido por você, sua preta feia”.

Publicidade

Diante das ofensas racistas, uma testemunha indagou o suspeito sobre aquela atitude, ele voltou a usar termos racistas, lhe proferindo “Eu não quero ser atendido por preto nenhum, quando tiver uma branquinha bonitinha, vocês me chama".

Após ouvirem atentamente os relatos da vítima e testemunha, os militares deram voz de prisão ao suspeito, momento em que duas mulheres se aproximaram dos policiais alegando terem sido vítimas de homofobia e ato obsceno por parte suspeito. Elas relataram que haviam sido abordadas pelo detido, perguntando a uma delas se tinha namorado. Ao responderam que eram casadas, o homem começou a agredi-las com palavras expressando “por isso que esse mundo vai acabar, porque só tem sapatão do inferno”.

Não satisfeito com as falas homofóbicas, o homem ainda começou a praticar atos obscenos direcionados às vítimas, que se sentiram ameaçadas, uma vez que parecia que iam ser agredidas fisicamente a qualquer momento.

Todos os envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia para a continuidade dos procedimentos cabíveis. Ele poderá responder por injúria racial, discriminação/preconceito racial, ato obsceno, e homofobia/transfobia.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo