Na noite deste domingo, 08, um homem de 31 anos foi preso pela Polícia Militar de Goianésia por ser suspeito de ameaçar de morte sua ex-mulher. Ele foi detido na Unidade de Pronto Atendimento - UPA - de Goianésia enquanto a mulher aguardava por atendimento médico após ter crise hipertensiva.

A vítima, também de 31 anos, explicou à polícia (SD Felipe e SD Protazio) que se encontrou com o suspeito em Vila Propício, local onde residem, em residências separadas por serem divorciados. Ela teria entrado no veículo (Saveiro) para conversarem sobre sua relação, no entanto, ele ligou o carro e seguiu sentido Goianésia.

Na altura de um canavial, segundo relatou a mulher, seu ex marido teria se apossado de um revólver, que estava sob o banco, e colocado em sua cabeça disse “você está me traindo e que por isso vou te matar, e depois de te matar, em me mato”. A mulher disse ainda à polícia que após conversar com o ex ele resolveu seguir viagem até Goianésia, onde parou em uma farmácia para adquirir um remédio, uma vez que ela alegava estar passando mal.

Ao ser diagnosticada compressão alta, o farmacêutico aconselhou que ela procurasse um médico. Já na UPA a polícia foi informada sobre o caso, porém, durante a abordagem seguida de busca pessoal e veicular, nenhuma arma foi encontrada.

Diante dos fatos e do interesse da vítima em representar contra o ex, o casal foi levado para a Delegacia de Polícia.