Suspeito de espancar adolescente durante assalto em Goianésia é preso pela Polícia Civil - Imagem: Divulgação/PCNo início de tarde desta quinta-feira, 17, policiais civis lotados no GENARC - Grupo Especial de Repressão a Narcóticos - de Goianésia, efetuaram a prisão de T. N. S., de 27 anos, no exato momento em que ele tentava vender um smartphone roubado em uma boca de fumo nas proximidades do Feirão do Nova Aurora. Após busca pessoal, o aparelho telefônico foi encontrado e apreendido.

De acordo com a polícia, T. N. S. era apontado como um dos suspeitos de envolvimento no roubo do celular, que teve como vítima um adolescente de 15 anos. A vítima chegou a levar chutes e pontapés e ainda teve a cabeça pisoteada pelos bandidos mesmo após ter entregue o aparelho a eles.

Depois da apreensão do objeto subtraído, o suspeito foi conduzido para a sede do GENARC, onde foi reconhecido pela vítima como sendo um dos autores do roubo ocorrido na manhã de quinta-feira, também nas proximidades do Feirão.

A polícia informou que os outros suspeitos já foram identificados, porém, apesar de várias diligências realizadas com intuito de prendê-los, não foi possível localizá-los.

Diante dos fatos, T. N. S., que não possui antecedentes criminais, foi autuado em flagrante delito pelo crime de roubo majorado pelo concurso de pessoas. Posteriormente ele foi conduzido à Unidade Prisional da cidade ficando à disposição do Poder Judiciário.