Moto utilizada no crime foi furtada minutos antes do crime - Imagem: Divulgação/Polícia MilitarNo fim da noite desta quarta-feira, 26, por volta das 23h55, policiais militares receberam a informação de que possivelmente estaria ocorrendo um roubo na Rua 18, região central de Goianésia. De imediato, militares deslocaram ao local, porém, ao chegarem, foram informados que as vítimas do roubo, um homem de 22 anos, e um jovem de 19, juntamente com outro jovem de 19, seguiram os bandidos, vindo a colidir seu veículo na traseira da motocicleta utilizada no crime, na Rua 31, entre as Ruas 26 e José Carrilho.

Após a colisão, os dois bandidos que ocupavam a motocicleta evadiram do local correndo, tomando rumo incerto, deixando a motocicleta para trás. Segundo relataram as vítimas, dois indivíduos chegaram ao estabelecimento comercial que eles estavam, em uma motocicleta CG 150 Titan vermelha, ambos de capacete fechado, sendo que um deles portava o que aparentemente seria uma faca, ameaçando as pessoas presentes no local, com o intuito de subtrair seus celulares, porém, tiveram êxito em roubar apenas os iPhone’s das duas vítimas paulino.

No momento da colisão, os bandidos deixaram o aparelho celular da vítima de 22 anos cair e foi recuperado pela polícia. Já o aparelho iPhone 8 Plus branco 64 GB, foi levado pelos bandidos.

A Polícia Militar ainda realizou patrulhamentos pelas imediações com o intuito de localizar os autores do roubo, entretanto não obtiveram êxito. Instantes depois, a polícia foi informada sobre um furto de motocicleta, onde a solicitante seria uma mulher de 58 anos, entretanto, após levantar mais informações, constataram que a motocicleta utilizada no roubo era a mesma pertencente a vítima de furto, e que segundo ela, seu filho, teria pego sua motocicleta sem sua autorização instantes antes do acontecido.

Assim sendo, os policiais iniciaram patrulhamentos no sentido de localizar o filho da vítima. Após encontra-lo, ele foi levado para a Delegacia de Polícia para prestar esclarecimentos, porém, as vitimas do roubo não o reconheceu como sendo um dos assaltantes e foi liberado. Já a motocicleta envolvida, com algumas avarias, foi devolvida à sua proprietária legal. A Polícia Civil deverá seguir na investigação para tentar localizar os assaltantes.