Ao longo das diligências também foram apreendidas armas, drogas, munições e outros ilícitos. Uma fábrica clandestina de agrotóxicos foi fechada.

Durante as ações de combate à criminalidade, realizadas entre sexta-feira, 24, e este domingo, 26, a Polícia Militar de Goiás efetuou 140 prisões em flagrante e a captura de 31 foragidos da justiça. Nesse período também foram apreendidas 33 armas de fogo, munições, mais de 50 quilos de drogas, além de R$ 10 mil em espécie, proveniente de crimes. As principais ocorrências aconteceram na capital, em Aparecida de Goiânia, Jussara, Itaberaí, Pirenópolis e Campo Limpo de Goiás.

Integração
Uma ação integrada entre o Comando de Policiamento Especializado (CPE) da região de Goiás e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) resultou na apreensão de quase 50 quilos de skunk (supermaconha), no município de Jussara. Os ilícitos eram transportados em um veículo, abordado pela força-tarefa. A interceptação foi realizada após o compartilhamento de informações entre os policiais militares e agentes da PRF do Paraná, Mato Grosso e Goiás. Ao todo, foram localizados 35 tabletes da droga.

O motorista, de 33 anos, foi abordado quando passava próximo à cidade, na BR-070.  Após busca veicular, os policiais encontraram um fundo falso no assoalho do carro, onde estavam escondidos os entorpecentes. Durante entrevista, o suspeito confessou que havia pegado os ilícitos em Sorriso (MT) e que tinha como destino final a capital goiana.  O indivíduo, que possui passagem recente por tráfico de drogas, foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Jussara. O veículo usado no crime também foi apreendido.

Outra ação conjunta, dessa vez entre equipes do Comando de Operações de Divisas (COD), Agrodefesa e Ministério da Agricultura, resultou no fechamento de uma fábrica clandestina de agrotóxicos e fertilizantes, em Aparecida de Goiânia. As equipes constataram que os produtos estavam acondicionados de forma inapropriada. Além disso, eram produzidos sem seguir processos formais e medidas sanitárias. No local, foram apreendidas 147 toneladas de agrotóxicos e fertilizantes falsificados, além do maquinário e utensílios usados na produção.

Outras ocorrências
Em Campo Limpo de Goiás, policiais do Batalhão Rural efetuaram a detenção de um homem, por porte ilegal de arma de fogo. Os militares realizavam ações de patrulhamento, quando avistaram o condutor de um veículo, na GO-330, e efetuaram a abordagem. Com ele, foi encontrada a quantia de R$10 mil em espécie, além de um revólver calibre .38 e 40 munições. Ao final, o suspeito foi levado, junto aos materiais apreendidos, à Delegacia da região, para as demais providências legais cabíveis.

Policiais do COD também realizaram a prisão de um homem, no momento em que ele transportava grande quantidade de produtos terapêuticos falsificados. A detenção aconteceu na divisa com o estado do Tocantins. No momento da abordagem, o condutor apresentou nota fiscal inconsistente. Ele confessou que adquiriu a mercadoria em Goiânia e que a levaria para o Pará, onde seria vendida. Após constatação das irregularidades, o suspeito foi levado à Delegacia de Alvorada (TO).