YAHOO! - Uma cena incomum e completamente macabra tomou conta da cerimônia de sepultamento de uma bebê de apenas três dias na Índia. O caso aconteceu na cidade de Bareilly no último final de semana.

Um casal afirma que, durante o processo de sepultamento de sua filha, que morreu com apenas três dias de vida, eles encontraram uma bebê enterrada viva no mesmo local onde enterrariam a filha morta.

"Estávamos no cemitério, o coveiro abrindo a cova, quando a pá bateu no pote. Ele estava dentro de uma sacola. Por um momento, cheguei a achar que era a minha filha chorando, mas o choro vinha de dentro do vaso. Quando quebramos, ela estava lá dentro”, contou Hitesh Kumas ao Daily Mail.

Socorro e atendimento médico
A criança foi encontrada dentro de um vaso de cerâmica, viva, que estava enterrado no local onde a criança morta seria sepultada. Assim que encontrada, foi levada às pressas para o hospital.

No hospital, os médicos puderam determinar a idade da criança graças ao cordão umbilical que já havia caído. A recém-nascida chegou ao local pesando apenas 1 quilo, desnutrida e com infecção pulmonar.

"Prematuros em geral precisam de menos oxigênio. Quando estava enterrada, devia haver falhas no solo, por onde entrava o ar. Ela teve hipotermia e está recebendo oxigênio, ainda não consegue se alimentar sozinha. Estamos fazendo tudo que podemos por ela", disse Saurabh Anjan, pediatra que está tratando a criança.

O especialista diz acreditar que a menina ainda é prematura e sobreviveu porque consumiu a própria gordura corporal.

“Sobreviveu mesmo com um número baixíssimo de plaquetas”, admira-se Anjan.

Os pais da criança abandonada não foram encontrados até o momento. Na Índia, principalmente nas camadas mais pobres, é comum que recém-nascidos sejam abandonados. Os pais da criança morta, que acharam a bebê abandonada, cogitam adotá-la.