A Enel Goiás apareceu novamente entre as últimas colocadas no ranking de continuidade do serviço elaborado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A empresa é a terceira pior distribuidora de energia elétrica do País segundo o desempenho registrado em 2020. Ao todo, foram avaliadas 29 companhias de grande porte. 

Pelo nono ano seguido, a antiga Celg Distribuição (Celg D) aparece nas três últimas posições. Porém, o desempenho alcançado é o melhor desde o ranking de 2011, quando a antiga estatal estava entre as seis com pior desempenho no serviço. De 2016 a 2018, ficou em última colocação. Em 2019, subiu uma posição, o que se repetiu no ano passado, conforme resultado divulgado em março. 

A Aneel avaliou todas as concessionárias brasileiras de janeiro a dezembro de 2020 e a classificação segue o Desempenho Global de Continuidade (DGC), formado a partir da comparação dos valores apurados da duração das interrupções de energia (DEC) e da frequência (FEC) que elas ocorrem em relação aos limites estabelecidos pela agência para esses indicadores.