Neste momento de crise mundial devido a pandemia provocada pelo Novo Coronavírus o Sebrae tem se mostrado o grande parceiro do empreendedor brasileiro, inclusive orientando-os de como devem se preparar para superar este momento de crise.

Uma das orientações do Sebrae é que como primeira medida a ser tomada é fazer uma previsão das despesas da empresa para os próximos 60 ou 90 dias. Assim será possível priorizar aquelas fundamentais para a operação do negócio.

É importante também procurar ajustar suas despesas de acordo com a situação, por exemplo, evitar fazer qualquer despesa que não seja extremamente necessária, e negociar um aumento nos prazos de pagamento dos seus compromissos com fornecedores e instituições financeiras.

Adotar medidas que permita aumentar faturamento também é de suma importância, como, fazer promoções de produtos que estão há muito tempo em estoque, oferecer serviços de entrega para manter o nível de compra dos clientes, diversificar e ampliar as formas de pagamento, ou até mesmo implementar uma estratégia de marketing digital, com o uso das redes sociais.

Ressalta-se aqui também, a importância em fazer a gestão do fluxo de caixa da empresa para não corre o risco de não ter dinheiro para pagar seus compromissos.

“Além de todas essas dicas do Sebrae, uma boa estratégia para micro e pequenas empresas que estão com pouco movimento, ou que estão sendo obrigadas a fecharem as portas para evitar aglomeração, é direcionar esse tempo livre para capacitar empresários e equipes. São mais de 100 cursos gratuitos na plataforma www.ead.sebrae.com.br. Os cursos podem ser escolhidos por áreas de interesse, abrangem diversas táticas de gestão e objetiva a melhoria de serviços e atendimento, bem como visa fortalecer a empresa e auxiliar no seu crescimento sustentável.  Além de gratuitos, ofertam material exclusivo e emitem certificação”, pontuou a analista Eliene Campos do Sebrae Goiás, Regional Noroeste, em Goianésia.