Em entrevista à Rádio Vera Cruz na quarta-feira, 22 de maio, vereador Fábio da Enigma, explicou que o distrito industrial já existe na cidade, e que ele foi criado em 2015 e, de fato, atende a necessidade do empresariado.

Segundo o vereador: “O Distrito Agroindustrial de Goianésia (Daingo) tem a concessão do lote, isenção do IPTU e ISSQN, mas o Leozão (prefeito) defende um polo onde o lote seja vendido”, pontuou.

O texto da publicação continua após a publicidade

Fábio ainda completou, dizendo que o projeto enviado pelo prefeito Leozão para votação na câmara não tem interesse em atender o empresário, mas sim, de vender lotes: “Se o projeto enviado pelo prefeito tivesse realmente interesse em atender o empresário, este terreno não seria vendido, mas sim, concedido, como é o projeto do Daingo, que garante aos empresários, incentivos para que eles se instalem em Goianésia, gerando emprego e renda”, comparou.