Após serem acionados via 190, policiais militares deslocaram até a Rua 37, Bairro Carrilho, região leste de Goianésia, para atender ocorrência de violência doméstica. Os policiais agiram rapidamente, adentraram à residência e tiraram a mulher das mãos do agressor, que a agredia com socos e chutes na região abdominal.

Quando chegaram ao local, os militares depararam-se com duas adolescentes, uma de 15, e outra de 13 anos, que conseguiram escapar das agressões, pulando o muro vizinho e acionar a polícia, porém, sua mãe ainda se encontrava dentro da casa, sendo agredida pelo companheiro.

Rapidamente, os PM’s fizeram o adentramento tático a residência e, ao entrar, ouviram gritos vindos do quarto, onde visualizaram a vítima sendo agredida com socos e chutes na região abdominal, assim, o suposto agressor foi rendido e impedido de continuar os atos violentos. Ele recebeu voz de prisão, foi algemado e levado para a Delegacia de Polícia, juntamente com a vítima, que reclamava de dores no abdômen, cabeça e costas, para continuação da prisão e início dos processos legais, visando garantir a responsabilização do suspeito e a proteção das vítimas.