Polícia Civil localiza e prende suspeito de matar primo queimado - Imagem: Polícia CivilA Polícia Civil de Goiás, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Itumbiara, prendeu nesta terça-feira, 27, o investigado, de 25 anos, que ateou fogo no primo, de 19, o qual acabou morrendo. O caso aconteceu no dia 1º de junho.

Na data, os dois primos entraram em conflito durante a madrugada. Ambos foram vistos por testemunhas em luta corporal na casa da avó do investigado, no bairro São Sebastião, em Itumbiara, quando em um determinado momento, o suspeito pegou um thinner e um isqueiro e ateou fogo em seu familiar. A vítima, em chamas, saiu correndo e conseguiu entrar para debaixo de um chuveiro, mas seu corpo já estava  86% queimado.

O texto da publicação continua após a publicidade

O jovem foi encaminhado ao Hospital Municipal da cidade, que imediatamente o transferiu para o Hospital Estadual de Urgências de Goiás - Dr. Valdemiro Cruz (Hugo), em Goiânia. Devido a gravidade do caso, o rapaz morreu no dia 13 de junho, após não resistir aos ferimentos.

Durante o interrogatório, o homem ficou em silêncio. Caso seja condenado pelo crime, poderá cumprir pena de 12 a 30 anos de reclusão.