Nesta segunda-feira, 05, a Delegacia de Polícia Civil de Novo Gama deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva pela prática do crime de estupro de vulnerável consumado, expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Novo Gama, onde um homem teria sido condenado por ter estuprado sua enteada desde quando ela tinha nova anos.

De acordo com as investigações, a vítima teria sido abusada sexualmente por seu padrasto, dos 09 aos 14 anos, entre os anos de 2010 e 2016, sendo a materialidade e autoria confirmadas pelos elementos de informação colhidos durante o inquérito policial.

O texto da publicação continua após a publicidade

O autor foi condenado pela prática do crime de estupro de vulnerável, sendo expedido seu mandado de prisão preventiva decorrente de decisão condenatória e, após diligências, localizado pela equipe policial que realizou sua prisão. O sentenciado encontra-se preso, para dar início ao cumprimento da condenação criminal definitiva, em regime inicial fechado.