Uma operação integrada entre as Polícias Civis de Goiás e Alagoas, por meio da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) de Goiânia e Delegacia de Homicídios de Arapiraca, resultou, na tarde desta segunda-feira, 29, na prisão de José Silas dos Santos Lima (33 anos), autor do homicídio que vitimou seu tio Valdenir Sousa da Silva, fato ocorrido em setembro de 2020, no Residencial Sollarville, região Oeste de Goiânia.

Na oportunidade, a investigação da DIH revelou que José matou seu tio com requintes de crueldades, a golpes de facão, por um desentendimento extremamente banal: a altura do som. Irado com o volume do som na casa de Valdenir, José Silas, seu vizinho, foi ao local com um facão e, após discutirem, matou o tio com vários golpes.

O texto da publicação continua após a publicidade

Desde o cometimento do crime, José Silas estava foragido e com prisão preventiva a ser cumprida. Após trocas de informações entre as delegacias goiana e alagoana, o autor foi preso ao sair da casa da mãe, no bairro Canafístula, em Arapiraca (AL). Apoiaram a operação policiais da Chefia Geral de Inteligência Integrada da SSP/AL.

A divulgação da imagem e identificação do preso foi precedida de despacho, nos termos da Lei nº 13.869/2019, portaria nº 547/2021 - PC, Despacho do Delegado Geral, n.º 000010828006 e Despacho DIH/DGPC- 09555, fundamentado na possibilidade de surgimento de testemunhas que contribuam ainda mais no esclarecimento do crime em tela e outros possíveis delitos praticados pelo autuado.