Caiado, Daniel e Mendanha selam retorno do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia ao MDB: “Ajudarei a pavimentar para que, a partir de janeiro de 2027, Daniel esteja governando Goiás”, disse ex-prefeito de AparecidaEm reunião com o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e o vice-governador e presidente do MDB goiano, Daniel Vilela, o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Gustavo Mendanha, anunciou seu retorno ao MDB, partido que o projetou para a política, e que passa a integrar a base de apoio do governo estadual. O encontro ocorreu na manhã de terça-feira, 23, no Palácio das Esmeraldas, residência oficial do governador.

De acordo com Mendanha, pesou muito na sua decisão de retornar ao MDB a sua amizade com Daniel Vilela, e também o fato de que, nas suas palavras, não tenha conseguido vencer por outra legenda. O ex-prefeito reforçou a importância da conversa com o governador para que selasse sua volta ao MDB, e que o faz como um soldado, disposto a ajudar a legenda e, principalmente, colaborar para que Daniel se eleja governador do Estado nas eleições de 2026.

O texto da publicação continua após a publicidade

“Quero aqui reconhecer o importante diálogo que tivemos com o governador, e suas marcas são a honestidade e a credibilidade, e eu fiquei muito à vontade, realmente, para anunciar o meu retorno ao MDB. E eu preciso dizer do papel importante que o Daniel teve na minha carreira, foi o primeiro que me impulsionou. Ele acreditou em mim lá no passado, e eu vou retribuir. Neste momento, eu ajudarei a pavimentar para que, a partir de janeiro de 2027, Daniel esteja governando o Estado de Goiás”, frisou Gustavo Mendanha.

Para Caiado, já em seu segundo mandato à frente do Governo, a sucessão requer responsabilidade. “A gente tem de ter habilidade para que, na construção de 2026, também eu possa entregar o Estado a quem tenha a mesma responsabilidade que nós”, posicionou. “Sabemos da sua liderança e do quanto é importante nós aglutinarmos pessoas dessa geração que já tem uma experiência de gestão, que realmente mostrou sua capacidade”, reforçou o governador. 

Na mesma linha do governador, Daniel Vilela defende que essa união de forças irá contribuir com o crescimento de Goiás. “Juntos podemos não só garantir a continuidade, a tradição do partido, mas, principalmente, fazer parte da boa política do governador, uma política salutar, de pessoas que, de fato, vão contribuir para o sucesso e com o crescimento do nosso estado”, avaliou.  “Foi nesse sentido que eu e o governador conversamos e entendemos que seria importante fazer com que o Gustavo reagrupasse conosco”, concluiu Daniel. 

Primeira missão
O retorno do ex-prefeito de Aparecida ao MDB e seu ingresso na base do governo já tem uma primeira demanda indicada pelo governador Ronaldo Caiado, voltada ao auxílio à gestão. Gustavo Mendanha é próximo de lideranças políticas ligadas ao governo de Israel, país com expertise reconhecida mundialmente na agricultura de precisão, que utiliza métodos avançados como irrigação por gotejamento, estufa e biodigestor para melhor aproveitamento de espaço e produção.

Caiado ressaltou que o projeto de fruticultura do Vão do Paranã, que é desenvolvido no Nordeste goiano, tem por objetivo promover a maior inserção social da história de Goiás, construindo uma nova fronteira agrícola, além de elevar a qualidade de vida de produtores que atuarão na região, bem como os índices da economia e de bem-estar da população. As tecnologias já utilizadas por Israel são desejadas para importação pelo Governo de Goiás com foco para o local.

Mendanha afirmou que manteve conversas com o ex-embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley, já tratando sobre o projeto goiano. A expectativa é de que, no segundo semestre deste ano, uma comitiva liderada pelo governador Ronaldo Caiado vá até o país para dialogar com ministros. Existe a possibilidade ainda de agenda com o atual primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu. “Isso seria realmente um grande feito para Goiás”, avaliou Mendanha.