Divulgação/Policia civilA Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Rurais (DERCR), com apoio da 10ª Delegacia Regional de Polícia de Ceres, após informações repassadas pelo Poder Judiciário do Estado de Mato Grosso, empreendeu diligências com o propósito de localizar e prender o dentista Geraldo Magela Caetano Ferreira, o qual encontrava-se foragido desde o mês de setembro do ano passado, visto que o preso e sua atual companheira foram denunciados pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, fato ocorrido no ano de 2021, na cidade de Rondonópolis (MT).

A investigação apontou que à época do crime, o preso acompanhado de sua então amante, teria orquestrado e matado o marido desta, um homem de 46 anos de idade. Após o crime, o casal retornou para Goiás, sendo que o corpo da vítima, até o momento, não foi encontrado pelas equipes policiais.

Desde então, em contato com a Polícia Civil do Mato Grosso e o Poder Judiciário, após compartilhamento de informações e intenso trabalho investigativo, com o auxílio da Delegacia de Ceres, foi possível identificar que Geraldo Magela, que é odontólogo, estava escondido no interior de um consultório odontológico de Ceres-GO, onde foi preso no interior do estabelecimento, sendo então dado cumprimento ao mandado de prisão preventiva em seu desfavor.

A divulgação das imagens e identificação do preso foi precedida nos termos da Lei n° 13.869/2019, portaria n° 547/2021 – PC e despacho do Delegado de Polícia responsável pela operação, visto que, até o cumprimento do mandado em questão, o corpo da vítima não foi encontrado, e existe a possibilidade de que o cadáver possa ter sido ocultado em Goiás, o que poderá auxiliar no esclarecimento e localização do cadáver, visando angariar novas testemunhas para a futura ação penal.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo