A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Carmo do Rio Verde, com apoio das Delegacias de Ceres e Rialma, deflagrou, nesta terça, 28, a Operação Fraus, para cumprimento de dois mandados de busca e apreensão na residência e escritório de um advogado da cidade de Carmo do Rio Verde. Na oportunidade, foi apreendido um veículo Jeep Renegate, pertencente ao investigado.

De acordo com as investigações, o advogado foi contratado para ingressar com uma ação judicial referente a aposentadoria de um senhor, morador de Carmo do Rio Verde, ao final julgada procedente. No transcorrer do processo o idoso faleceu, mas o causídico deveria depositar aproximadamente R$ 77 mil na conta da esposa da vítima, representante do espólio, uma senhora já de tenra idade e analfabeta.

O texto da publicação continua após a publicidade

Ocorre que, ao ser procurado pela senhora e familiares, o advogado teria alegado que ainda não havia recebido os valores referentes à ação. Contudo, restou evidenciado que o escritório já havia auferido o valor total da ação, aproximadamente R$ 150 mil e anexado um comprovante de transferência bancário possivelmente falso nos autos do processo judicial para fins de comprovação junto ao Poder Judiciário.

Durante a operação, foram apreendidos documentos referentes ao processo judicial em tela e apreendido o veículo, que poderá servir de indenização à vítima.

O crimes de apropriação indébita majorada, falsificação de documento, falsidade ideológica e fraude processual seguem sendo investigado pela Polícia Civil, que concluirá o inquérito nos próximos 30 dias.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo