Policiais militares de Goianésia realizaram a prisão de um homem de 31 anos por ser suspeito de violência doméstica contra uma mulher de 32, que deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na manhã deste sábado, 11, com vários hematomas pelo corpo, depois de passar praticamente toda madrugada apanhando.

A mulher explicou à polícia que na noite de sexta-feira, 10, estava fazendo uso de bebida alcoólica com seu companheiro, quando por ciúmes, ele começou a agredi-la com socos e mordidas, em várias partes do corpo, e em seguida saiu.

O texto da publicação continua após a publicidade

Já durante a madrugada, por volta de 03h00, a mulher acordou com o homem agredindo-a, agressões estas, que de acordo com a vítima, continuaram durante o restante da madrugada. Ela teria sido agredida com um cabo de vassoura, que no meio das agressões se quebrou, no entanto, ele se apossou de um cabo de rodo e continuou com as sessões de agressões. Não satisfeito, ele ainda a teria agredido com socos, chutes, mordidas e madeira. De posse de uma faca, partiu para cima da mulher dizendo que iria matá-la, e a atingiu nas costas e braço esquerdo.

No início da manhã, ela procurou atendimento médico na UPA, momento em que a PM foi acionada. Em diligências, o suposto agressor foi localizado, e após receber voz de prisão foi levado para a Delegacia de Polícia, podendo responder por violência doméstica, no âmbito da Lei Maria da Penha, além de lesão corporal.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo