Vencedora estadual de 2022, Nami Sano, com o superintendente Frank MouraOs Correios já estão recebendo as inscrições para a 52ª edição do Concurso Internacional de Redação de Cartas. Até 23 de março, as escolas podem enviar cartas de seus alunos de até 15 anos de idade. O tema deste ano é "Imagine que você é um super-herói e sua missão é tornar todas as estradas do mundo mais seguras para as crianças. Escreva uma carta para alguém explicando quais superpoderes você precisaria para cumprir sua missão".

Promovido anualmente pela União Postal Universal (UPU), sediada em Berna, na Suíça, no Brasil o concurso é realizado pelos Correios e acontece em três fases: escolar, estadual e nacional. A quarta etapa - fase internacional - é realizada pela UPU. A participação se dá por meio das escolas, tanto da rede pública quanto privada, que selecionam, entre as redações de seus alunos, até duas cartas para representá-las. A melhor redação de cada Estado passa para a fase nacional, quando é escolhida apenas uma carta, que irá representar o Brasil na fase internacional. 

O texto da publicação continua após a publicidade

O superintendente estadual dos Correios em Goiás, Frank Moura, destaca que o concurso é uma tradição da empresa, que ajuda a promover o aprendizado e a criatividade dos estudantes por meio da produção de cartas. "O concurso de cartas é uma das ações de responsabilidade social dos Correios. Nosso objetivo é contribuir com o desenvolvimento dessas crianças e adolescentes, incentivando a criatividade deles e o aprimoramento dos conhecimentos linguísticos”, destaca.

Na última edição, o tema foi voltado ao combate à crise climática. Foram recebidas 1608 cartas, de 892 escolas públicas e privadas. A carta vencedora foi da estudante do Paraná, Bárbara Yijiu Faria Sung, de 15 anos, que cursava o 2º ano do ensino médio em Maringá/PR. A aluna destaca a importância da leitura para desenvolver bons textos.

“Apesar da leitura parecer uma coisa mais distante agora, que a gente tá na era da internet, é um lugar onde você pode se sentir livre. Cada um precisa achar sua vocação no lugar que tiver. A leitura foi a minha, mas todo mundo pode achar seu lugar na música, na poesia, na leitura, na fotografia, onde se achar mais confortável”, relata a estudante paranaense.

A estudante goiana Nami Sano, vencedora estadual da última edição e terceira colocada nacional, também incentiva a participação dos jovens. “Acredito que todos os alunos deveriam se dar a chance de participar se tiverem a oportunidade. Ganhando ou não, os temas e o processo de escrita geram muita reflexão e aprendizado. É muito positivo para nós jovens, como estudantes e como cidadãos”.

Prêmios
O autor da melhor carta da fase estadual e sua escola recebem prêmios em dinheiro, no valor de R$ 2,3 mil para o aluno e R$ 2,5 mil para a escola. Já na etapa nacional do concurso, o(a) vencedor(a) e sua escola ganharão, respectivamente, R$ 10 mil e R$ 10,5 mil, além do troféu e certificado. Os resultados estão previstos para serem divulgados a partir do dia 8 de maio. 

Em Goiás, as redações devem ser postadas em qualquer agência de Correios por meio de SEDEX ou Carta Registrada, ambos com AR (Aviso de Recebimento), para a Coordenação de Comunicação dos Correios em Goiás - CCOM/GO (Av. Tocantins, Praça Doutro Pedro Ludovico Teixeira, nº 11, 1º andar / Setor Central - Goiânia/GO - CEP 74003-901). Escolas de outros estados devem conferir a relação de endereços de sua localidade. Essas e outras informações, além de todo o regulamento, podem ser encontrados no site dos Correios.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo