Anestesista colombiano é preso por abusar de pacientes no RJ - Foto: Reprodução/TV GloboO anestesista colombiano Andres Eduardo Oñate Carrillo, de 32 anos, foi preso nesta segunda-feira, 16, pela Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav), por estuprar pelo menos duas pacientes sedadas durante cirurgias. As informações são do Yahoo!

O caso de Andres é semelhante ao de Giovanni Quintella Bezerra, cujo julgamento já começou.

O texto da publicação continua após a publicidade

O médico que atuava em unidades públicas e particulares do Rio, ainda gravava os crimes e armazenava o conteúdo. Em uma das gravações, ele esfregou e introduziu o pênis na boca da mulher e guardou o registro.

Andres ainda é investigado por produzir e armazenar pornografia infantil em um inquérito remetido para a Vara Especializada em Crimes contra Criança e Adolescentes, a partir do qual a polícia descobriu os abusos.

As investigações da Dcav, tiveram início em dezembro, a partir do compartilhamento de informações do Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal. Após a PF identificar a possibilidade de ampla movimentação de arquivos pornográficos em posse do médico, encaminhou o caso à Polícia Civil.

A quebra de dados em compartimentos do celular do suspeito foi autorizada após a constatação onde foram encontrados, de fato, mais de 20 mil mídias de abusos infantis.

No aparelho, três arquivos feitos pelo próprio médico chamaram a atenção dos investigadores. Ainda de acordo com a polícia, os vídeos que Andres gravou foram mostrados às vítimas, que se reconheceram, mas não tinham ciência de que haviam sido estupradas.

O anestesista, além dos estupros, também praticou os crimes previstos nos artigos 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (aquisição/posse/armazenamento de pornografia infantojuvenil) e 240 (produção de pornografia infantojuvenil).

A Dcav instaurou, para esses fatos, um outro inquérito que foi remetido para a Vara Especializada em Crimes contra Criança e Adolescentes.

O anestesista foi preso na Barra da Tijuca, em casa. A mulher dele abriu a porta para os policiais, que acordaram Andres e lhe deu voz de prisão.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo