A Delegacia da Mulher de Goianésia, em parceria com a Coordenação Regional de Educação (CRE) e Secretaria Municipal de Educação de Goianésia, lançou, no dia 30 de agosto de 2022, em sessão solene na Câmara de Vereadores, o edital do 5º concurso de redação: “Violência contra a Mulher e a Lei Maria da Penha”.

O concurso foi idealizado pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Goianésia (DEAM) em de 2016, porém, o projeto foi interrompido em virtude da pandemia do Covid-19, sendo retomado neste ano.

O texto da publicação continua após a publicidade

No início de novembro, alunos dos 5º anos do Ensino Fundamental I e 2º anos do Ensino Médio Regular fizeram as redações na Universidade Estadual de Goiás (UEG), polo Goianésia, e ao todo foram selecionados 64 alunos da rede Municipal e 55 alunos da rede Estadual. Os discentes do 5º ano abordaram, em forma de carta em prosa o tema “mitos e verdades sobre a Violência Contra a Mulher”, enquanto que os alunos do 2º ano exploraram o tema “a violência contra a mulher: um paralelo entre a realidade e a perspectiva futura”. Vale salientar que os alunos puderam optar pelos gêneros crônica, carta aberta ou dissertação argumentativa.

Importante ressaltar que se trata de um projeto de polícia comunitária, desenvolvido pela Polícia Civil, com objetivo de promover a reflexão sobre a importância da desconstrução da cultura machista e patriarcal impregnada em nossa sociedade, além de educar/conscientizar as crianças e adolescentes com visão de igualdade, evitar que eles sejam futuros agressores e que elas se submetam a situações de violência. O slogan é “educar para prevenir, a punição sem prevenção e conscientização de nada adianta”.

O logotipo do concurso, uma mão, simboliza um basta à violência contra a mulher; o coração com Lei Maria da Penha representa ajuda à mulher vítima de violência para reconstruir seu coração ferido; e a pomba simboliza a esperança, o direito da mulher de ser livre, o seu livre-arbítrio.

A premiação do concurso ocorreu nesta quinta-feira, 15, na Câmara de Vereadores. Os prêmios foram adquiridos por meio de parceria entre o Poder Judiciário e o Ministério Público local, sendo premiados 10 alunos, cinco de cada série.

Confira os vencedores:
Alunos 5° ano Ensino Fundamental

1º lugar - Smartphone (aluno) e TV 43” (professor):
Sara Rodrigues Ferreira
Escola Municipal Padre Jesus Oses Pagolo
Professora: Elaine Gonçalves Pereira Machado

2º lugar - Smartphone (aluno e professor):
Yan Pablo Silva Ferreira
Escola Munucipal Sr. Elizário José de Oliveira
Professora: Auriana Mara da Silva

3° lugar - Smartphones (aluno e professor):

Karlla Messias da Cruz
Escola Municipal Professor Gessy Justino
Professora: Eleine dos Santos Ferreira Farias

4º lugar - certificados:
Luis Otavio Monteiro Dos Santos
Escola Municipal Padre Jesus Oses Pagolo
Professora: Maria Helena Pereira de Souza

5º lugar – certificados:
Brunna Carla De Farias Fernandes
Escola Municipal Sant Clair Otoni
Professora: Naiara Cristiele Da Silva Mendes Martins

Alunos da 2ª Série do Ensino Médio
1º lugar - Smartphone (aluno) e TV 43” (professor):
Ana Julia Rodrigues Borges
Colégio Estadual Jalles Machado
Professora: Leydna Karla de Carvalho Gonçalves

2º lugar - Smartphones (aluno e professor):
Francielly Alves Rodrigues
Colégio Estadual Jalles Machado
Professora: Elaine Rosa

3° lugar - Smartphones (aluno e professor):
Layra Moreira De Carvalho
Colégio Estadual Laurentino Martins
Professora: Maria Divina

4º lugar – certificados:
Kamilly Victoria Faria Da Silva
Colégio da Polícia Militar José Carrilho
Professora: Rafael Alves Oliveira

5º lugar – certificados:
Ana Julia Ferreira
Colégio Estadual Jalles Machado
Professora: Leydna Karla de Carvalho Gonçalves



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo