Entram na Assembleia Legislativa Geroge Morais (esquerda) e Fred Rodrigues (direita), em Goiás - Foto: Reprodução/Instagram O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Goiás fez a retotalização de votos, nesta sexta-feira, 09, e confirmou a eleição dos candidatos George Morais (PDT) e Fred Rodrigues (DC) como deputados estaduais. As informações são do G1 Goiás.

As candidaturas de George e Fred foram impugnadas, mas eles conseguiram a aprovação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Assim, os votos deles passaram a ser computados. Sendo eleitos, Thiago Albernaz (MDB) e Cristóvão Tormin (Patriota) perderam as vagas na recontagem dos votos.

O texto da publicação continua após a publicidade

O reprocessamento da totalização de votos foi realizado por ordem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), num processo que é feito por computador, de forma automática. A sessão foi pública, no auditório do TRE, e teve participação de representantes de partidos políticos.

George Morais, que teve 38.336 votos, entra no lugar de Thiago Albernaz (MDB), que teve 28.229 votos, enquanto Fred Rodrigues, que teve 42.784 votos, entra no lugar de Cristóvão Tormin (Patriota), que recebeu 17.484 votos.

As defesas de Thiago Albernaz e Cristovão Tormin disseram que entraram com recurso na Justiça Eleitoral e esperam que a decisão seja revista.

De acordo com o TRE, a retotalização é um processo operacional para recalcular votos após decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Neste processo, o tribunal anula os votos dos candidatos em questão e faz o cálculo novamente.

Com essas mudanças na eleição da Assembleia Legislativa, George Morais e Fred Rodrigues já vão ser diplomados como deputados estaduais na cerimônia da Justiça Eleitoral marcada para o dia 19 de dezembro.

Decisões judiciais
George Morais teve a candidatura impugnada por ter sido condenado por crime de improbidade administrativa em processos quando foi prefeito de Trindade, entre 2001 e 2008. Como punição, perdeu os direitos políticos por três anos, em uma decisão recente.

O TRE considerou que George ainda estava sob o efeito da condenação e não poderia concorrer, mas ele conseguiu reverter a decisão no TSE.

Com Fred rodrigues, a situação foi parecida. A candidatura dele, a deputado estadual, também havia sido indeferida por descumprir o prazo para a prestação de contas da campanha a vereador de Goiânia, em 2020. Rodrigues entrou com recurso e o TRE manteve o candidato na disputa.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo