Divulgação/PCA Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Proteção Animal (GPA), em apuração à denúncia de crime de maus-tratos a animais feita através do Disque Denúncia (197), no último dia 08, confirmou a ocorrência de maus-tratos a vários animais em uma residência em Goiânia.

Segundo a denúncia, um cachorro era agredido diariamente e, no local, havia outro cachorro que vivia amarrado e estava magro. Havia, ainda, jabutis no local.

O texto da publicação continua após a publicidade

A equipe do GPA foi até o local e constatou que os animais estavam sofrendo maus-tratos, tendo sido localizado um cachorro idoso, magro, com pulgas, sem comida e água à disposição, em local inadequado e com comportamento de medo; e um gato filhote também magro e com pulgas.

Foi informado que, há uma semana, uma cadela filhote havia morrido na casa sem motivo aparente. Diante dos indícios de violência, foi requisitada perícia, e o cão sobrevivente e o filhote de gato foram apreendidos e encaminhados para a responsável pela ONG Alma de Patas. Eles aguardam um lar.

Os jabutis, que são animais silvestres, sendo crime criá-los em casa sem autorização do IBAMA, foram entregues ao CETAS.

O responsável pelos animais não estava no local, mas o crime de maus-tratos a animais está sendo apurado e aguarda a conclusão do laudo. Ficando comprovada a materialidade do crime, o responsável pode receber uma sanção de até cinco anos de reclusão, e perda da guarda dos animais.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo