Com 99,3% das urnas apuradas, Lula (PT) foi eleito presidente do Brasil neste domingo, 30, com 50,86% dos votos válidos, contra 49,14% de Jair Bolsonaro (PL). A diferença, de 1,72 ponto percentual, tornou a disputa presidencial de 2022 a mais acirrada desde 1989.

Até então, a eleição mais apertada do período havia sido a de 2014, entre Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). A petista ganhou o segundo turno com 51,64% dos votos, contra 48,36% do tucano. A diferença foi de apenas 3,28 pontos percentuais.

O texto da publicação continua após a publicidade

Nas eleições de 2018, Bolsonaro foi eleito com 55,13% dos votos válidos, contra 44,87% de Fernando Haddad (PT). A diferença, de 10,26 pontos percentuais.

O político volta ao poder quase doze anos após encerrar o governo com aprovação recorde e três depois de sair da prisão, onde passou 580 dias, assim, Lula irá presidir o Brasil pela terceira vez.

Ao superar Bolsonaro, primeiro presidente a perder a reeleição, Lula demonstrou ter apoio popular mesmo diante de escândalos de corrupção das gestões petistas e reforçou a capacidade de articulação ao reunir amplo arco de alianças, que incluiu antigos adversários, entre os quais o futuro vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB). O ex-tucano foi vencido pelo próprio petista em 2006.

Derrotado em 1989, 1994 e 1998, vitorioso em 2002, 2006 e 2022, Lula é o primeiro político a vencer três eleições presidenciais no Brasil. Em 1º de janeiro, repetirá a cena de duas décadas atrás. Subirá a rampa do Palácio do Planto para vestir a faixa presidencial e dar início ao novo mandato de quatro anos de duração.

O resultado foi confirmado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 19h57, quando 98,81% das urnas já tinham sido apuradas.

Àquela altura, Lula tinha 50,83% dos votos válidos e não poderia mais ser alcançado por Bolsonaro, que contabilizava os outros 49,17% de votos válidos.

Para vencer em segundo turno, o candidato à Presidência precisa superar os 50% de votos válidos - mesmo que seja por apenas um voto.

Goianos
Em Goiás e em Goianésia, a vitória foi bolsonarista. No Estado, o atual presidente obteve 58,72% dos votos, enquanto que Lula alcançou 41,28%. Já em Goianésia, Bolsonaro obteve 57,84% e Lula 42,16.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo