A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira, 18, o reajuste tarifário da Enel Distribuição Goiás. Anualmente, a Aneel calcula as tarifas de todas as distribuidoras de energia do país. O reajuste para os consumidores residenciais, que representam mais de 86% de todos os clientes da Enel Goiás, foi de 4,82%, abaixo dos índices de inflação (IPCA de 7,17% e IGP-M de 8,25%). Esses clientes, que até então pagavam R$ 0,637/kWh na conta de energia, a partir do dia 22 de outubro passarão a pagar R$ 0,671/kWh. Para os clientes de média e alta tensão, em geral indústrias e comércios de grande porte, o reajuste médio será de 10,84%.

Entre os fatores que impactam no reajuste da tarifa, está o aumento de encargos setoriais, a alta da inflação (IPCA), o aumento dos custos com aquisição de energia produzida pelos geradores, além do custo com o transporte dessa energia até a distribuidora.

O texto da publicação continua após a publicidade

Importante destacar que o processo de reajuste iniciou com percentual de 20,07% e, após medidas implementadas pela distribuidora, Governo Federal e Aneel, chegou-se ao percentual aprovado, minimizando os impactos para o cliente de Goiás. Entre as ações que contribuíram para a redução do reajuste tarifário está o crédito do PIS e COFINS, que proporcionou uma devolução de valores tributários na conta. Apenas essa ação foi responsável por uma redução de quase 9% em relação ao percentual inicialmente previsto neste reajuste.

Feirão de Negociação
Com o objetivo de incentivar que os clientes regularizem a situação com a empresa antes que o reajuste tenha impacto na conta, a Enel Goiás inicia nesta quarta-feira, 19, um Feirão de Negociação. A ação presencial acontecerá no estacionamento do Centro Popular de Abastecimento e Lazer (Cepal) do Jardim América, em Goiânia, das 09h00 às 16h0, até sábado, 22, com condições especiais para clientes inadimplentes, além de troca de lâmpadas e cadastro no programa Tarifa Social de Energia Elétrica.

Exclusivamente para o Feirão de Negociação, a Enel Distribuição Goiás vai parcelar em até 12 vezes (1+11) os débitos dos clientes que tenham faturas vencidas há mais de 61 dias, com uma entrada mínima de 10% do valor da dívida, sem taxa de financiamento e sujeito à aprovação. Essa condição especial pode ser realizada no aplicativo da Enel Goiás, no site, Call Center (0800 062 0196) - e em todos os pontos de atendimento da empresa no Estado, de segunda a sexta-feira, conforme o horário de cada unidade - lista completa no site https://www.eneldistribuicao.com.br/go/lojas.aspx. Ainda entre as ações preparadas para o Feirão, 12 lojas de atendimento funcionarão neste sábado (22), das 8h às 12h, com objetivo de proporcionar ainda mais opções e horários para o cliente que precisa negociar suas dívidas.

Composição da tarifa de energia
As tarifas de energia são definidas pela Aneel com base em leis e regulamentos federais e contêm custos que não são de responsabilidade da Enel como: impostos, encargos setoriais, custos de geração e transmissão de energia. Estes valores são arrecadados pela distribuidora, por meio da tarifa de energia, e repassados às empresas de geração, transmissão e aos Governos Federal (encargos setoriais e PIS/COFINS) e Estadual (ICMS).

Para se ter uma ideia de como funciona a composição da tarifa de energia, em uma conta de R$100, R$ 20,07 ficam com a Enel Distribuição Goiás. Com essa parcela, a concessionária realiza toda a operação e a manutenção da rede elétrica e investe na expansão e na qualidade do seu sistema de distribuição.

Veja abaixo como fica a composição da conta de energia da Enel Distribuição Goiás após a aprovação do reajuste tarifário divulgado hoje:

 

Entre 2017 e o primeiro semestre de 2022, a Enel investiu mais de R$ 6 bilhões na qualidade do fornecimento de energia em Goiás. Foram realizados investimentos estruturais importantes para a recuperação do sistema de distribuição de energia, como a construção de 17 novas subestações já entregues e ampliação e modernização de outras 116, além de aportes focados na modernização e automação da rede, como a instalação de 10 mil equipamentos de tecnologia, entre Telecontrole e Trip Savers, que permitem a gestão remota da rede e o restabelecimento mais rápido do serviço em casos de interrupção.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo