Durante as últimas semanas foram registradas 66 mortes de crianças na Gâmbia, país da África Ocidental, que podem estar relacionadas ao uso de um xarope para tosse e resfriado contaminado. As informações são do Portal Terra.

Investigações estão em andamento, mas a Organização Mundial da Saúde orientou o recolhimento dos produtos do mercado e emitiu um alerta internacional. Embora o alerta seja internacional, os xaropes foram comercializados somente na Gâmbia. Em nota, a OMS afirma que "até a presente data, estes quatro produtos foram identificados na Gâmbia, mas podem ter sido distribuídos, através de mercados informais, para outros países ou regiões".

Os compostos continham, de forma irregular, o mesmo produto tóxico encontrado nos petiscos que causaram intoxicação de cachorros no Brasil em setembro deste ano, o etilenoglicol.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo