O recém-nascido Davi Alves de Andrade, que nasceu no Hospital Municipal Irmã Fanny Duran, em Goianésia, no último dia 28, com problemas de coração, foi transferido para o Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira - HUGOL - no fim da tarde desta quinta-feira, 06.

Desde o dia de seu nascimento ele se encontrava internado na Unidade de Terapia Intensiva - UTI - da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis, onde foi diagnosticado com cardiopatia congênita. O pequenino agora aguarda uma vaga no Hospital da Criança, de Goiânia, para que possa passar por um procedimento cirúrgico.

O texto da publicação continua após a publicidade

De acordo com Leandro José de Andrade, pai de Davi Alves, o quadro de saúde do garotinho é instável.

“O nenê tá no Hugol. Tá instável, se mantendo dentro do quadro. Vai ser feita uma nova solicitação de transferência, do Hugol para o Hospital da Criança, porque o Hugol não tem o suporte para o tipo de cirurgia dele, somente no Hospital da Criança. O Hugol já está fazendo isto, no sistema de regulação. Temos aí também o Dr. Hélio intervindo, graças a Deus conseguimos uma ajuda dele. Agora é orar pra dar tudo certo”, explicou Leandro.

Caso você possa contribuir com qualquer valor, para ajudar os pais de Davi Alves, faça uma transferência via Pix para 62 9 8428-0529. Contribua, ajude e ore pelo pequeno Davi.

Entenda o caso
No último dia 28, Bianca Caetano Alves deu à luz a Davi Alves de Andrade. O parto foi realizado no Hospital Municipal Irmã Fanny Duran, em Goianésia às 14h37, no entanto, duas horas depois, o recém-nascido precisou ser transferido para a Unidade de Terapia Intensiva - UTI - da Santa Casa de Misericórdia de Anápolis, em estado grave.

O pequenino foi diagnosticado com cardiopatia congênita, que é qualquer anormalidade na estrutura ou função do coração que surge nas primeiras oito semanas de gestação, quando este órgão é formado, comprovado através de exames de ressonância e tomografia. Além do mais, outros exames descobriram ainda um leve sopro no coração e falta de oxigênio.

Davi precisa com urgência ser transferido para um especialista em Goiânia, mas o estado de saúde crítico dele não permite a transferência.

“O quadro dele ontem [quarta-feira, 05, evoluiu negativamente. Ele está usando 100% do respirador. Está muito instável, e pra que ele seja transferido ele precisa melhorar, pra que ele aguente a viagem. Se tirar ele daqui neste exato momento, do jeito que ele está... ontem ele estava bem roxo... Ontem, tipo assim, foi um dia que o chão nosso aqui quase desabou ao ver ele... Mais com fé em Deus ele vai melhorar, ele vai conseguir”, explicou o autônomo Leandro José de Andrade, pai de Davi, que em seguida pediu ajuda à população.

“O tratamento está sendo feito pelo SUS, mas as despesas com viagem, uma vez que diariamente precisamos ir lá ver ele e alimentação está ficando muito puxado. As vezes ficamos em hotel pra tentar diminuir as despesas com transporte. Então, quem puder dar uma ajuda, uma força, neste momento”, desabafou Leandro.

A mãe de Davi explicou também que “o custo de ir e vir está muito alto, pois meu marido está indo todos os dias pra saber notícias dele, pois, por telefone, eles não dão notícias. Por isto peço uma ajuda, de qualquer valor. Desde já agradeço.”

O caso foi destaque na estreia do Programa Encontro Marcado, nesta quarta-feira, 05, levado ao nas redes sociais do Portal Meganésia.

Caso você possa contribuir com qualquer valor, faça uma transferência via Pix para 62 9 8428-0529. Contribua, ajude e ore pelo pequeno Davi.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo