Tiveram início nesta semana as obras de terraplenagem do terreno onde será construído, ao lado do Aeroporto local, o Polo de Modas de Goianésia, um equipamento que integra o Programa Mais Empregos, do governo municipal, por meio da Secretaria Municipal do Trabalho.

Também nesta semana, o prefeito de Goianésia, Leonardo Menezes, e o secretário do Trabalho, Marcos Pernambuco, estiveram no local, acompanhando o início dos trabalhos, que seguem a todo vapor.

O texto da publicação continua após a publicidade

“Hoje, com certeza, um dia muito importante para a economia do município, onde o Governo de Goianésia, o prefeito Leonardo Menezes, dá início ao serviço de terraplenagem aqui nesta área, ao lado do Aeroporto, onde será construído o Polo de Modas do nosso município, esse que será referência para todo o estado”, aposta o secretário do Trabalho, Marcos Pernambuco.

Por meio do Polo de Modas, o Governo de Goianésia contempla um importante nicho empresarial que tem crescido muito nos últimos anos na cidade e região, beneficiando diretamente o setor de confecções, e atende uma das principais bandeiras do governo do prefeito Leonardo Menezes, qual seja, a geração de emprego e renda.

“Daí a minha grande alegria e satisfação. Estou muito orgulhoso por também fazer parte desse projeto e ver que as ações do governo estão fluindo positivamente em prol do desenvolvimento, do crescimento do nosso município, e oportunizando melhoria na qualidade de vida do goianesiense e daqueles que aqui também se estabelecem. Isso, sim, é implementar qualidade de vida”, continua o secretário Marcos Pernambuco.

O Polo
A edificação terá área total construída superior a 10,7 mil metros quadrados, contemplando 20 galpões de 450 metros quadrados cada, expositores, depósitos, auditório, sala de capacitação e qualificação, espaço de convivência e creche para atender as crianças, dentro da faixa etária, para beneficiar as mães que vão trabalhar no local.

Referência
O secretário municipal do Trabalho, Marcos Pernambuco, diz acreditar muito no investimento que será feito, pela Prefeitura de Goianésia, no Polo de Modas, que tornará o município referência estadual e até nacional na fabricação e comercialização de vestuários.

“Eu acredito nisso, primeiro, porque tem a iniciativa pública parceira do empresário, o empresário também parceiro desse grande projeto e tem o povo de Goianésia trabalhador. Juntos, vamos colocar esse Polo de Modas no cenário nacional, tendo em vista o empenho e a força de cada um”, afirma Pernambuco.

“E outra: a estrutura desse Polo de Modas aqui, ela é fantástica, onde a gente vai ter aqui 20 galpões de 450 metros, o auditório, as incubadoras de empresas, praça de alimentação, a creche para atender as crianças das mães que virão trabalhar aqui. E, assim, vamos de mãos dadas, nessa parceria com o Governo de Goianésia, colocar esse Polo de Modas no cenário nacional”, expõe o secretário.

Empregos
O secretário Marcos Pernambuco estima que, de imediato, logo na abertura do Polo de Modas de Goianésia, pela grande quantidade de espaço no local e os empresários que virão para dentro do equipamento, sejam gerados 2 mil empregos diretos, logo no início, com a sua abertura.

Competição
Marcos Pernambuco explicou que Goianésia não concorre, necessariamente, com Jaraguá, a Capital das Confecções, nem com Taquaral de Goiás, a Capital da Moda Íntima, duas cidades famosas no Brasil inteiro por seus polos de confecções e de moda íntima.

Mas, segundo o secretário, a decisão do Governo de Goianésia de investir na construção de um Polo de Modas e de garantir esse apoio aos empresários do setor, decorre da identificação dessa vocação também em Goianésia.

Em reunião com esses empresários, no dia 1º de março, o prefeito Leonardo Menezes ouviu as demandas dos empresários goianesienses do setor, identificou essa vocação de Goianésia e fez junto com eles essa mesma aposta.

Para Marcos Pernambuco, depois do Polo de Modas de Goianésia pronto, vai ser necessária outra iniciativa: atrair o público, não só o de Goianésia, mas também os de outras cidades, a exemplo do que acontece com Jaraguá e Taquaral de Goiás, por exemplo.

“Olha, o primeiro passo foi dado, que é justamente o Governo de Goianésia, o prefeito Leonardo Menezes abraçar essa causa. É assim que estamos fazendo acontecer esse Polo de Modas no nosso município”, diz Marcos Pernambuco, para quem o fato de Goianésia já ser referência no estado já tornou conhecido o Polo de Modas, desde o seu lançamento, portanto, mesmo antes do início da sua construção.

“E vale lembrar não ser questão de competição [com Jaraguá ou Taquaral de Goiás]. A única preocupação do prefeito Leonardo Menezes, a única preocupação nossa, que fazemos parte da gestão, é gerar emprego e renda para o nosso cidadão e dar oportunidade para os empresários aqui também se estabelecerem, aqui crescerem e fazer Goianésia cada vez melhor e que possamos crescer juntos, a cidade, os empregos e os empresários”, encerra.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo