O PTB lançou, nesta segunda-feira, 01, a candidatura de Roberto Jefferson à Presidência da República. Ele não compareceu à convenção em Brasília porque está em prisão domiciliar, por determinação do Supremo Tribunal Federal - STF, com tornozeleira eletrônica. Jefferson é investigado no inquérito que apura a organização e funcionamento de milícias digitais.

Ele teve seis mandatos como deputado federal. No STF, foi condenado a sete anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no mensalão do PT e ficou inelegível. Roberto Jefferson foi preso em 2014. Depois, deixou a prisão, beneficiado por um indulto de Natal.

O texto da publicação continua após a publicidade

Ele se livrou da prisão, mas o indulto não abrange as penas secundárias, como a suspensão dos direitos políticos. Por isso, Jefferson continua inelegível até março de 2024. Cabe à Justiça Eleitoral analisar e decidir se valida ou não o registro de qualquer candidato.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo