Divulgação/PCNesta sexta-feira, 22, a Polícia Civil de Barro Alto prendeu em flagrante um engenheiro da cidade de Anápolis, no exato momento em que ele participava de um processo licitatório de R$ 3,5 milhões na cidade Barro Alto.

De acordo com a polícia, ao verificar a documentação exigida no edital de licitação, a Comissão de Licitação percebeu que um dos documentos apresentava sinais de alterações, e então acionou a Polícia Civil para apurar os fatos.

Diante do exposto, a equipe policial realizou diligências e constatou a fraude na documentação e a suposta prática criminosa, momento em que foi dada voz de prisão ao engenheiro que foi autuado em flagrante por suspeita da prática dos crimes tipificados nos artigos 304 (uso de documentos falsos) e 337-I (Fraudar em licitações), ambos do Código Penal Brasileiro.

Somadas as penas, se condenado, o engenheiro de 50 anos, poderá cumprir até 09 anos de prisão. Ele foi levado para a Central de Flagrantes de Goianésia para realização dos procedimentos de praxe e posteriormente encaminhado à Unidade Prisional onde se encontra à disposição do Poder Judiciário.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo