Os partidos políticos estão liberados para, a partir desta quarta-feira, 20, realizarem suas convenções partidárias e oficializarem seus candidatos às eleições de outubro. Isso significa que daqui para frente os partidos vão formalizar seus indicados para disputar os cargos de presidente da República, governadores, deputados federais, estaduais/distritais e senadores.

Em Goianésia, alguns partidos políticos se movimentam, já a algum tempo, no sentido de definir quem serão seus pré-candidatos a deputado estadual e deputado federal, para que no dia da convenção os nomes possam ser testados.

O texto da publicação continua após a publicidade

Nomes como João Paulo Batista (PSD), Carlos do Itapuã (PT), José Machado (PSDB), e Renato de Castro (União Brasil), já se manifestaram como pré-candidatos a deputado estadual, enquanto que o deputado Hélio de Sousa (PSDB), o Dr. Hélio, é pré-candidato a deputado federal.

As datas das convenções ainda não foram divulgadas.

Presidente
O primeiro pré-candidato que vai oficializar sua candidatura à Presidência da República será Ciro Gomes (PDT). O evento do pedetista será em Brasília e ainda não há um nome certo para compor a chapa como vice.

Na quinta-feira, 21, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será confirmado como candidato do partido à Presidência, com a indicação de Geraldo Alckmin (PSB) de vice.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) vai formalizar sua candidatura no domingo, 24, em evento no Rio de Janeiro.

Outros partidos vão definir seus candidatos até o dia 5 de agosto (data limite para essa decisão).

As siglas terão até 15 de agosto para solicitar o registro de candidatura dos escolhidos. Todos os pedidos de registro aos cargos de presidente e vice-presidente devem ser julgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) até 12 de setembro.

Propaganda eleitoral
O dia 20 de julho também será usado pela Justiça Eleitoral como data-base para dividir o tempo que cada partido terá de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV e também participação nos debates entre candidatos.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) terá de publicar até o dia 12 de agosto uma tabela com a representatividade do Congresso Nacional, usando como base a composição no Legislativo no dia 20 de julho.

Eventuais mudanças no Congresso a partir desta quarta (20) não entrarão no cálculo da Justiça Eleitoral para a divisão do tempo de cada partido na propaganda eleitoral gratuita.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage
WhatsApp - Grupo