A nova alta de casos de covid-19 tem levado escolas da capital paulista a suspenderem aulas de turmas com registros de contaminação e a voltarem a recorrer ao ensino remoto como medida paliativa. O efeito tem sido observado tanto em colégios particulares, que possuem regras distintas, quanto em escolas da rede municipal, que seguem protocolo da prefeitura. Recentemente, a gestão municipal voltou a recomendar o uso de máscara de proteção em ambientes de ensino.

Como mostrou o Estadão, a pandemia de covid piorou no Estado de São Paulo ao longo das últimas semanas. Em um período de um mês, o número de internados por covid-19 subiu até 275% em hospitais privados de São Paulo. Nas redes municipal e estadual, os hospitalizados por covid também mais do que dobraram no mesmo intervalo de tempo. Os números ainda seguem distantes do pico da variante ômicron, no começo do ano, mas têm demandado atenção das autoridades e das diretorias de escolas.

O texto da publicação continua após a publicidade

Com sede no Morumbi, zona sul paulistana, o Colégio Franciscano Pio XII registrou afastamento de 69 alunos contaminados e de uma turma do 8º ano das aulas presenciais no mês de maio. Na atual fase do protocolo da escola, uma turma inteira é afastada a partir do 5º caso de contaminação confirmada dentro do período de sete dias.

"O número de maio significa um aumento considerável quando comparado ao total de casos de janeiro a abril, em que houve a ocorrência de 44 confirmações ao longo dos quatro meses", informou o colégio. O valor não inclui estudantes com casos suspeitos, que também são afastados. Conforme o colégio, alunos sem acesso à aula presencial por problemas de saúde podem acompanhá-las de forma remota, exceto nos casos de avaliações escolares.

Em Goianésia, os casos positivos também começam a preocupar. Hoje a Secretaria Municipal de Saúde - SMS - não divulgou o Boletim Epidemiológico, mas os números de ontem mostram uma nova alta nos casos. Com mais 29 confirmações, o número de “atualmente infectados” subiu para 119, e outros 29 são considerados suspeitos. Os curados de quinta para sexta somaram 22.



Fique bem informado, nos acompanhe em nossas redes sociais
Telegram
Instagram
Twitter
Facebook - Grupo
Facebook - FanPage