Uma menina austríaca de apenas 11 anos foi diagnosticada com gonorreia mesmo sem nunca ter mantido relações sexuais. O caso aconteceu durante as férias da família na Itália e é considerado muito raro.

A garota, que não teve a identidade revelada, passou o dia nadando em uma piscina termal durante a viagem. Dois dias depois, começou a sentir ardência na região vaginal.

A família buscou auxílio médico e foi orientada a administrar antifúngicos. Duas semanas depois, porém, a garota seguia com dores.

De volta à Áustria após o fim das férias, nova visita ao médico e, desta vez, o diagnóstico de gonorreia. Outros membros da família realizaram o teste, mas o resultado foi negativo.

A garota garantiu nunca ter mantido relações sexuais. Tratada com antibióticos, ela evoluiu positivamente e é considerada curada.

Entenda o caso
A revista científica Journal of Medical Case Reports divulgou o caso e explicou que a temperatura morna da água da piscina termal pode criar um ambiente ideal para a proliferação de bactérias, inclusive a Neisseria gonorrhoeae, responsável pela gonorreia.

Ainda segundo a publicação, este não é o primeiro caso de criança infectada após banhar-se em piscina pública, mas uma a cada 10 pessoas contaminadas pela gonorreia sequer sente sintomas da infecção.



Fique bem informado. Clique aqui e siga-nos no Instagram