O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, pediu demissão nesta quarta-feira, 23, ao presidente Jair Bolsonaro. Salles é alvo de inquérito no STF - Supremo Tribunal Federal - por operação da Polícia Federal que mira suposto favorecimento a empresários do setor de madeiras por meio da modificação de regras com o objetivo de regularizar cargas apreendidas no exterior. 

O ministro ocupava o cardo desde o início do atual governo, em janeiro de 2019. A saída do ministro foi oficializada em edição extra do Diário Oficial da União, com a nomeação de Joaquim Álvaro Pereira Leite como novo ministro do Meio Ambiente. Ele já atuava na pasta, como secretário da Amazônia e Serviços Ambientais, tendo chegado ao governo já sob a gestão de Ricardo Salles.

O texto da publicação continua após a publicidade