Morreu nesta sexta-feira, 09, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo, marido da Rainha Elizabeth. Aos 99 anos, ele havia sido internado recentemente no hospital King Edward VII, em Londres, após se sentir mal.

O óbito foi confirmado pela Família Real. Ainda não há informações exatas sobre a causa da morte. Por desejo do próprio príncipe, cerimônias fúnebres devem ser discretas e sem grandes pompas como ele teria direito.

O texto da publicação continua após a publicidade

Príncipe Philip nasceu em 10 de junho de 1921 na ilha de Corfu, na Grécia. Ele era tataraneto da rainha Victoria, assim como Elizabeth, e filho da princesa Alice Battenberg e do príncipe Andrew da Grécia.

A família foi exilada do país e Philip passou a juventude na França, Alemanha e Reino Unido. Em 1939, entrou para a Marinha Real Britânica.

Philip e Elizabeth se casaram em 20 de novembro de 1947. Primos de terceiro grau, o contato entre eles começou em 1939, quando Elizabeth tinha 13 anos. Os dois trocavam cartas para se corresponderem. O casal teve quatro filhos, Charles, Anne, Andrew e Edward, oito netos e nove bisnetos.

Cinco anos após o casamento, com a morte do pai da rainha, o Rei George VI, Elizabeth II assumiu o trono britânico e Philip tornou-se o Duque de Edimburgo.

Em 2017, Philip se aposentou da vida pública, e no dia 9 de janeiro, a Rainha Elizabeth e o Príncipe Philip receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus.