Um episódio em um cemitério de Magé, na Baixada Fluminense, chamou a atenção das pessoas após um vídeo circular nas redes sociais, nesta quinta-feira, 18. Quatro irmãos cavaram a cova da própria mãe para enterrar o corpo dela no Cemitério Municipal II de Vila Esperança. A razão para isso ter ocorrido foi a falta de coveiros no local, naquele momento.

Na gravação que foi parar na web, uma das filhas da mulher desabafou sobre a situação e cobrou as autoridades da cidade.

O texto da publicação continua após a publicidade

"Venho informar aqui a pouca vergonha que aqui em Magé, no Cemitério II da Vila Esperança. Esta aqui que está no caixão é nossa mãe. Não tem um coveiro aqui para enterrar. Quem está enterrando são os quatro filhos. E não tem um coveiro. Pelo amor de Deus. Minha mãe está sendo tratada pior que um cachorro. Isso é muito triste", relatou.

A Prefeitura de Magé divulgou um comunicado e afirmou que o diretor do cemitério havia liberado todos os coveiros, ao mesmo tempo, na hora do almoço. Segundo a nota, o diretor e a equipe foram exonerados pela ocasião.

"É impensável em nosso governo que a população seja desassistida, ainda mais em um momento de dor. Lamentamos profundamente e informamos que todas as medidas já foram imediatamente tomadas pela gestão municipal", afirma a nota.