Na madrugada desta quinta-feira, 10, a morte de um taxista em Goianésia pode ser a 45ª provocada pelo coronavírus na cidade. Até esta quarta, 09, o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde - SMS - confirmava 42 mortes, no entanto, existia duas sendo investigadas.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, em Goianésia era investigada 51 mortes que poderia ter sido causada pelo covid-19, das quais, 44 foram confirmadas, seis descartadas e uma continua em investigação. Com isto, a cidade segue com a média de 62,78 óbitos por 100 mil habitantes. Os números fazem parte do Painel Covid-19 do Governo de Goiás.

O texto da publicação continua após a publicidade

Em todo Estado, até às 15h00 de ontem, última atualização do Boletim Epidemiológico Estadual, 3.531 pessoas já haviam morrido em Goiás por complicações do coronavírus, e outas 216 continuam em investigação. No Brasil já são 128.653 mortes, e no mundo 904.192.

O novo coronavírus já contaminou 27.891.274 pessoas em todo planeta.