O ano de 2.020 tem sido realmente um ano diferente. Assustador. Cheio de altos e baixos. Em Goianésia não tem sido diferente. A história vai escrever um novo capítulo e o que parecia ser improvável, pode se tornar realidade já na próxima semana. MDB e PSDB, juntos no mesmo “palanque”.

As lideranças dos dois partidos já se falam como aliados, porém, a união histórica deverá ser sacramentada na quarta-feira, 16, durante as convenções municipais. A do PSDB será virtual, enquanto que a do MDB acontecerá em Goiânia. Pedro Gonçalves é o nome que o MDB Goianésia irá apontar, tem o apoio de Daniel Vilela, presidente estadual da legenda, e as estadas alturas, o prefeito Renato de Castro, corre por fora, para ser o nome. A cada segundo parece que suas chances de disputar as eleições de 2.020 diminui.

O texto da publicação continua após a publicidade

Daniel Vilela e Otavinho já dão como certa a união. Hoje pela manhã já deram entrevista à Rádio Vera Cruz afirmando que os dois partidos irão caminhar juntos. Pedro Gonçalves e Marco Antônio Maia também estavam lá, e inclusive falaram também como pré-candidatos a prefeito, e vice, respectivamente. A dobradinha MDB/PSDB parece de fato se consolidar.

Com isto, Goianésia hoje conta com seis pré-candidatos a prefeito. Além de Pedro Gonçalves, serão postulantes nas convenções municipais o empresário Emerson da Autovip, o farmacêutico Gibrail Elias, o empresário Carlos do Itapuã, o PM ST Braga, e o dentista Antônio Otoni.