Nesta sexta-feira, 10, uma idosa de 66 anos morreu na Unidade de Pronto Atendimento - UPA - de Goianésia por complicações respiratórias e a principal causa pode ser contaminação por coronavírus.

A vítima estava internada em um hospital particular da cidade e chegou a realizar o exame de covid-19, porém, o resultado só deve ficar pronto na próxima semana. Como o caso se agravou e precisava de uma UTI, foi encaminhada para a UPA para ser entubada, uma vez que os leitos de UTI do hospital estavam cheios. Minutos depois de ser entubada acabou falecendo.

O texto da publicação continua após a publicidade

Mais cedo noticiamos a morte de um homem de 64 anos que havia morrido no Hospital de Campanha - HCamp - de Porangatu. Ele estava internado na UTI após ser transferido de Goianésia em estado grave.

No boletim epidemiológico divulgado nesta tarde a Secretaria Municipal de Saúde não confirmou nenhuma morte, apenas as sete que já haviam sido confirmadas no mês passado. Além das duas mortes de hoje, outras duas estão sendo investigadas, desde modo, caso se confirme, seria quatro neste mês de julho.