Uma mulher de 33 anos foi presa em flagrante na noite deste sábado, 15, depois de matar a facadas o ex-marido da amiga. As duas haviam sido agredidas por ele com tapas e socos.

De acordo com a Polícia Militar, o homem estava descumprido medida protetiva imposta pela Lei Maria da Penha, que conta com mecanismos para impedir a violência contra as mulheres. Ele não poderia ter se aproximado da ex-companheira, que contava com a proteção.

O texto da publicação continua após a publicidade

O crime aconteceu por volta das 19h00, em um beco, na Rua Grafito, no Bairro Santa Tereza, Região Leste de Belo Horizonte.

A autora, que confessou o crime, relatou aos policiais que a amiga e ela estavam em casa, quando o suspeito, de 46 anos, chegou discutindo “por motivos fúteis” e agrediu a ex-mulher. A amiga interviu e também recebeu tapas e socos.

Segundo o boletim de ocorrência, o homem “ficou mais nervoso e iniciou uma quebradeira na casa” da autora do crime, que pegou uma faca e foi em sua direção. Ele correu pelo beco, ela o alcançou e deu duas facadas em sua barriga.

Quando os policiais chegaram, o homem estava estirado no chão, ainda com sinais vitais, mas, ao ser levado para o Hospital Odilon Behrens, não resistiu.

Moradores indicaram à PM o local de fuga da autora, encontrada em um prédio no Bairro Floresta, vizinho ao Santa Tereza. Ela mesma indicou onde estava a faca usada no crime, dentro de um tanque, debaixo de várias roupas.

A mulher foi encaminhada para a Central de Flagrantes I, também no Bairro Floresta, e está presa. Até a publicação desta notícia, a Polícia Civil não havia dado informações sobre o caso.

Fonte: Estado de Minas