G1 Goiás - As contas de fornecimento de água e recolhimento de esgoto ficaram 5,79% mais caras desde esta terça-feira, 16, em Goiás. A mudança vale para todos os consumidores, com exceção das 23 mil famílias que fazem parte do programa Tarifa Social, que não vão precisar pagar esse aumento, segundo a Companhia de Saneamento de Goiás - Saneago.

Conforme a empresa, esse aumento acontece todos os anos para ajustar as contas da companhia. De acordo com a Saneago, 47% das despesas são só com os custos de energia elétrica, por isso precisa cobrar esse aumento.

O texto da publicação continua após a publicidade

As contas do reajuste foram aprovadas no último dia 31 de junho pela Agência Goiana de Regulação - AGR.

Ainda assim, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor - INPC, que foi a inflação usada como referência para os reajustes salariais e dos benefícios previdenciários em 2018, foi de 3,43%. Menos 2% do reajuste da conta de água.