Dois homens foram presos nesta quarta-feira (28) suspeitos de manter em cativeiro e torturar, com golpes de facão, um jovem de 28 anos em um acerto de contas, em Caldas Novas, no sul de Goiás. De acordo com a Polícia Civil, a vítima teve o corpo coberto por gasolina e, ao perceber que seria queimada viva, aproveitou um “descuido” da dupla e fugiu. As informações são do G1.

O crime aconteceu em 23 de janeiro deste ano, no setor Parque Real. Os homens, segundo a polícia, teriam perseguido a tiros a vítima. O acerto de contas seria motivado por causa de tráfico de drogas. Imagens de câmeras de vigilância de uma casa vizinha flagraram parte da situação.

O G1 tentou contato por telefone e redes sociais com o delegado responsável pelo caso, Wllisses Valentim Menezes, às 13h e às 13h30 para tentar mais detalhes sobre a investigação, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.

Os suspeitos, Leandro Santos Junqueira, de 35 anos, e Fernando Pacífico dos Anjos, de 27 anos, serão indiciados por cárcere privado e tentativa de homicídio qualificado por meio de tortura e fogo. O G1 não teve acesso às defesas deles.

A polícia disse que a dupla já está no presídio da cidade, onde permanecerá à disposição da justiça.