A Polícia Civil de Barro Alto e Goianésia estão à procura de Benedito Tavares da Silva, de 43 anos, por ser suspeito de praticar diversos golpes na região. Segundo as investigações, os golpes eram praticados com seu filho Samuel Campos Silva, de 24, que se encontra preso na cidade de Anápolis.

As investigações foram concluídas após a prisão do estelionatário José Elias Rodrigues Rabelo, na cidade de Barro Alto. Em continuidade às investigações dos crimes de estelionatos ocorridos em Barro Alto e Goianésia, a Polícia Civil identificou Benedito Tavares e Samuel Campos, como sendo autores de 04 golpes ocorridos na região.

De acordo com a polícia, as investigações apontaram que Benedito seria pai de Samuel e ambos cometeram diversos crimes de estelionatos em diversas cidades de Goiás. Segundo Poliana Bergamo, delegada responsável pelo caso, os suspeitos compravam veículos e pagavam com cheque falsificado.

“Após a vítima anunciar seu veículo em sites e redes sociais de compra e venda de mercadorias, como OLX, um dos criminosos entrava em contato e combinava de ver o veículo pessoalmente. Outra forma de agir dos investigados era que eles dirigiam até cidades menores do interior e abordavam pessoas mais simples/humildes. Em ambos os casos, os autores, ao ver o veículo, diziam que estavam interessados e que efetuariam o pagamento à vista, com um cheque. A vítima, de boa fé, entregava o veículo aos criminosos e só descobria que havia caído em um golpe quando, ao depositar o cheque, descobria que se tratava de um cheque falsificado/fraudado”, detalhou a delegada.

Em todos os casos, os estelionatários usavam um nome falso, sendo que na região de Goianésia, Barro Alto e Novo Brasil utilizaram o nome e o cheque de Manoel Cardoso do Carmo Filho. A vítima Manoel registrou ocorrência afirmando que utilizaram seus dados para confecção do talonário falso. Na cidade de Anápolis e região, Os criminosos se identificaram Pavel Adrey de Sousa Rocha e Fabiano Carmo.

Ressalta-se que, até o momento, identificou-se que pai e filho aplicaram o golpe nas cidades de Goianésia, Corumbá de Goiás, Pires do Rio, Orizona, Vianápolis, e Novo Brasil. A Polícia Civil acredita que existam outras vítimas e orienta que procurem uma delegacia para registrar ocorrência.

A polícia informou ainda que Samuel se encontra detido na Unidade Prisional de Anápolis, após ser preso por uso de documento falso. Em seu interrogatório, Samuel reservou-se no direito constitucional ao silêncio e disse que somente se pronunciará perante o Juiz.

Já Benedito, que possui passagens policiais pelos crimes de tentativa de homicídio, sequestro, receptações e estelionatos, encontra-se foragido. Qualquer informação que possa levar a seu paradeiro deverá ser informada à Polícia Civil de Goianésia através do telefone (62) 3353-4821 ou através do disque denúncia 147. Sua identidade será mantida no mais absoluto sigilo.