Um homem de 34 anos, que não teve sua identidade revelada, foi preso em flagrante nesta terça-feira, 08 em Goianésia, após ameaçar matar e esquartejar sua mãe, uma senhora de 57 anos, e sua filha, uma adolescente de 14 anos. O crime ocorreu na residência da família.

De acordo com as investigações da polícia, no dia em questão, por volta das 13h00, após almoçar, o acusado passou a proferir ameaças contra a mãe e sua filha dizendo que mataria e esquartejaria as duas. As vítimas, desesperadas, procuraram a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher - DEAM - Goianésia e noticiaram os fatos para delegada Poliana Bergamo, que determinou de forma imediata que fosse efetuada a prisão em flagrante do suspeito.

Conforme informou a polícia, as vítimas narraram que há tempo sofrem com o comportamento agressivo do suspeito, que é usuário de drogas. Em sua defesa, o investigado disser durante o interrogatório que vem sendo dopado por sua mãe com medicamentos tarja preta e, por este motivo, perdeu o controle e proferiu as ameaças.

Poliana Bergamo esclareceu que “muitos desconhecem ou acreditam que a Lei Maria da Penha somente se aplica para esposo, companheiro, namorado, enfim, alguém que a vítima mantém uma relação íntima de afeto, mas é importante esclarecer que a Lei Maria da Penha também se aplica no âmbito da unidade doméstica e da família, como nestes casos - filho e mãe e pai e filha, deste que presente a violência de gênero”.

O homem encontra-se recolhido no presídio local à disposição do Poder Judiciário.