Caminhonete ficou bastante danificada - Imagem: Divulgação/Corpo de BombeirosUm acidente de trânsito na altura do km 175 da GO-080, entre Goianésia e Barro Alto, deixou quatro pessoas feridas neste domingo, 14. Uma pessoa ficou presa às ferragens e foi retirada pela equipe do Corpo de Bombeiros de Goianésia.

Informações repassadas à Polícia Rodoviária Estadual - PRE - dão conta de que uma Hilux preta trafegava pela rodovia sentido Barro Alto/Goianésia quando na altura do km 175, colidiu frontalmente com um caminhão de carga via (boi) que trafegava no sentido oposto.

A Hilux era conduzida por Diana Sousa da Silva, de 38 anos. Ela explicou aos policiais que ao passar em um resíduo (bagaço de tomate) derramado sobre a pista veio a perder o controle do veículo e após rodar, colidiu frontalmente com o caminhão.

Caminhão envolvido no acidente sofreu danos leves - Imagem: Divulgação/Corpo de BombeirosO acidente causou dano de pequena monta no caminhão e de média monta na caminhonete, enquanto que os quatro ocupantes da Hilux sofreram lesões, aparentemente graves, e foram transportadas à Unidade de Pronto Atendimento - UPA - de Goianésia depois de receberem os primeiros socorros no local.

Além da condutora que sofreu contusão no crânio, rosto, tórax, e pernas, o Corpo de Bombeiros ainda prestou atendimento a Vera Lúcia Firmino, de 45 anos. Ela sofreu contusão no dorso, tórax e rosto. Já Jovino Vaz de Lima, de 75 anos, ficou presa às ferragens e após ser desencarcerado pelos bombeiros foi transportado à UPA pelo SAMU juntamente com Márcia Dias Barbosa, de 40 anos.

Segundo relatos de testemunhas, um caminhão caçamba que trafegava pelo local carregando bagaço de tomate estava com a tampa traseira aberta deixando cair este material escorregadio na pista onde posteriormente um caminhão de carga viva bovino estaria saindo do confinamento da Vera Cruz, foi quando a caminhonete que vinha sentido contrário, ao avistar o caminhão tentou frenar, mas o material escorregadio exposto na pista não permitiu e colidiu com o caminhão e depois de rodar na via.

Foi necessário a colocação de serragem na pista para evitar novos acidentes - Imagem: Divulgação/Corpo de Bombeiros